Arquivos da categoria: Curriculum

LANÇADO O CURRICULUMAPP, O COMUNICADOR DO EMPREGO

UM APLICATIVO DE CELULAR QUE VAI MUITO ALÉM DE APENAS OFERECER VAGAS, MAS QUE OFERECE COMUNICAÇÃO EM TEMPO REAL COM EMPRESAS

A Curriculum, hoje a mais completa plataforma de Recolocação, Recrutamento e Seleção Online, oferece agora o mais completo aplicativo para quem busca emprego, com avisos automáticos de vagas casadas, convites e monitoramento de processos seletivos, artigos para quem procura emprego e chat para estabelecer contato direto com as empresas que contratam.

São Paulo, maio de 2015 – A Curriculum.com.br, um dos maiores sites de empregos e recrutamento online da América Latina, que administra mais de 10 milhões de currículos não duplicados, sende que destes, mais de 8.2 milhões de currículos estão disponíveis para busca, acaba de lançar seu aplicativo com ferramentas para buscar emprego por meio de dispositivos móveis como celulares smartphones e tablets.

Para atender às necessidades atuais de ampla comunicação e ao crescente público que prefere cada vez mais os dispositivos móveis para acessar a Internet, a Curriculum desenvolveu seu aplicativo.

Diferente de qualquer outro o aplicativo, o da Curriculum oferece várias soluções bastante pertinentes para quem busca um novo emprego:

  • Busca de vagas: Assim como na plataforma web, o candidato poderá buscar vagas livremente.
  • Alerta de vagas casadas: Qualquer usuário da Curriculum pode criar um ou mais alerta das vagas que interessam. Quando uma vaga que se encaixa com seu perfil, ela é disponibilizada no aplicativo.
  • Convite: A Curriculum oferece um serviço especial chamado Convite, que permite que as empresas convidem candidatos para seus processos seletivos. Estes também estarão sendo exibidos no aplicativo da Curriculum;
  • Artigos: Uma biblioteca bastante rica em artigos pertinentes para quem busca um novo emprego estará também sendo exibida no aplicativo da Curriculum;
  • Monitoramento de Processo Seletivo: Na Curriculum o candidato pode monitorar todos os processos que participa, seja por ter se candidatado a uma vaga, seja por ter respondido sim a um convite. O Monitoramento também consta do App da Curriculum.
  • CHAT: Este sem dúvida é a grande vedete deste aplicativo. A Curriculum oferece em sua plataforma a possibilidade para as empresas de entrarem em contato diretamente com os candidatos, através de uma plataforma de CHAT na web. Agora, este CHAT esta presente também neste aplicativo da Curriculum. Todo usuário que tiver o aplicativo instalado, poderá receber a qualquer momento um solicitação para conversa, como qualquer outro aplicativo de conversas em tempo real.

“O novo aplicativo da Curriculum é como um canivete suíço para quem busca um novo emprego. Bastante completo e com os serviços essenciais para quem está em busca de uma recolocação. Nosso aplicativo é um grande aliado para ajudar nossos candidatos a encontrar um novo emprego, um canivete suíço digital, uma ferramenta que não só exibirá para ele as oportunidades que mais se encaixam com seu perfil como permitirá que ele se mantenha conectado não só com estas oportunidades de emprego, mas também com as empresas que estão contratando. Com o novo aplicativo da Curirculum, mesmo se ele estiver preso no trânsito ou em outras situações em que ele só dispõe do celular para acessar a rede ele não só fica ciente das oportunidades como pode até mesmo passar por uma entrevista via CHAT, por uma empresa interessada, mesmo estando longe de seu computador pessoal. É o WhatsApp do emprego!”, comenta Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum.com.br.

Por todos estes serviços, a Curriculum está chamando este aplicativo de O COMUNICADOR DO EMPREGO.

“A Curriculum foi a primeira empresa de Recolocação, Recrutamento e Seleção Online do mundo a oferecer um Chat entre candidatos e empresas e agora, estamos bastante orgulhosos de conseguir oferecer isso também através de um aplicativo de celular. Esperamos que este novo aplicativo ajude todos nossos candidatos neste momento tão delicado, onde estamos vendo o desemprego crescer dia a dia. E quero ressaltar que ficamos também muito felizes de conseguir estar oferecendo mais este serviço forma gratuita” complementa Abrileri.

“Mas há mais novidades no forno vindo ai e em breve estaremos fazendo mais um importante anúncio, aguardem”, conclui o Presidente da Curriculum.

O CurriculumApp, ou o Comunicador do Emprego, o aplicativo de celular da Curriculum é totalmente gratuito e qualquer usuário do da Curriculum poderá baixa-lo, instalá-lo e utilizá-lo sem custo algum. Àqueles que ainda não são usuários, é necessário apenas fazer o cadastro do currículo, quem também é totalmente gratuíto.

No entanto, a Curriculum oferecer serviços pagos para quem pode investir em seu processo de recolocação profissional. São serviços opcionais e não obrigatórios que tem como objetivo aumentar as chances do candidato ser chamado para uma entrevista presencial e, desta forma, se propõem a reduzir o período do desemprego, o tempo da busca por um novo emprego.

Você poderá saber mais sobre o aplicativo da Curriculum em:

www.curriculum.com.br/curriculumapp

image003

Perdeu seu emprego? Saiba o que fazer

13 dicas os passos para te ajudar a se recolocar no mercado de trabalho

O Brasil fechou o ano de 2014 com o pior resultado em criação de empregos formais desde 2002. Em comparação com o ano de 2013, a redução foi de 64%, ou seja, geramos em 2014 menos do que a metade de empregos que geramos em 2013. Diante deste cenário, todos os dias, cada vez mais profissionais deparam com o desafio de se recolocar no mercado de trabalho.

Mas o que fazer? Por onde começar? Nessa situação, o melhor aliado do candidato é a informação. Então ai vão 13 dicas fundamentais para quem busca um emprego.

(e 13 justamente para enfrentar o azer de vez e ter sorte)

Primeiramente, você precisa dar atenção a você mesmo

1. Não se desespere

Por mais desagradável que estar desempregado e praticamente sem rotina possa ser, não se desespere. Talvez venham dias difíceis, mas mantenha a confiança de que irá conseguir sua recolocação profissional. Mesmo em crise, vivemos num grande país, com um grande mercado de trabalho. As empresas sempre estão à procura de profissionais. Portanto, ânimo, confiança e esperança!

2. Organize sua rotina

Procurar trabalho não deixa de ser um trabalho, por isso organize seu tempo e seu dia a dia, estabelecendo um expediente diário como se você já estivesse trabalhando. Logo, divida seu tempo para cada atividade – preparação e envio de currículos e cartas, contatos, entrevistas etc. Não se esqueça de estabelecer prazos e metas para cada atividade. Dessa forma, além de ampliar suas chances de sucesso no processo, você se mostrará um profissional altamente organizado.

3. Planeje suas despesas

Um bom planejamento financeiro é fundamental para ter a tranquilidade que você precisa e focar na sua recolocação profissional. Portanto, reveja suas economias e planeje suas despesas. Em geral será necessário apertar um pouco o cinto. Então, evite despesas desnecessárias e procure aumentar ao máximo o tempo em que você poderá se sustentar com tranquilidade, mesmo neste momento de economia.

Revise seus gastos, corte tudo o que for desnecessário, se não for possível busque alternativas mais baratas para tais gastos e encare a possibilidade de outras fontes de renda durante o período em que estiver buscando um emprego.

Quanto mais fôlego financeiro tiver, maior será sua tranquilidade para este período.

Uma vez que você agora está bem, vamos ao seu currículo

4. Prepare um bom currículo

O currículo continua sendo a mais importante peça de marketing para quem procura emprego. Sem mentir, mas apenas destacando seus pontos fortes, elabore um bom currículo, que fale bem de você e que desperte o interesse de quem contrata.

Para construir um bom currículo, relembre tudo o que você já realizou em sua carreira, reunindo uma massa inicial de informações. Isto feito, tendo em mente seu objetivo profissional, reveja essas informações e veja quais delas estão alinhadas com as oportunidades que você procura. Mantenha tudo que estiver alinhado e descarte o que não estiver e não for relevante. Em seguida, ordene estas informações: se você tiver bastante experiência, coloque primeiro as experiências, se tiver pouca experiência, foque primeiro sua formação e depois as experiências. Continue com cursos, conhecimentos em outros idiomas, conhecimentos em informática e Internet e termine com viagens, prêmios, trabalhos voluntários e outras informações que você considerar pertinentes. Lembre-se sempre de que todas estas informações devem estar alinhadas com o seu objetivo profissional.

Tente colocar tudo isso em uma única página. Se não for possível, no máximo em duas, e não mais do que isso.

Antes de tudo, lá no início da página, coloque seus dados de contato em uma fonte menor, seguido do seu objetivo profissional em fontes grandes e centralizado.

Por fim, ainda sobre currículo, uma pergunta bastante frequente é:
Devo ou não colocar foto no currículo?

Para esta recorrente pergunta, eu desenvolvi uma lógica que nos ajuda a responder se devemos ou não colocar foto no currículo.

Responda estas quatro perguntas abaixo. Se disser SIM para todas elas, então você deve colocar sua foto no seu currículo. Se você responder um NÃO sequer, então não coloque sua foto no seu currículo. Vamos lá:

1) A aparência física é importante para o cargo que você deseja? Sim, pois há cargos que a aparência é importante, como por exemplo Host de um restaurante, e vários cargos que se trata com um público mais exigênte.

2) Você possuí uma boa foto, de busto (peito pra cima com rosto), que te apresenta com trajes simiilares ao que irá usar no cargo desejado e com boa expressão, simpático e com certa alegria?

3) Esta foto está bem tirada, com boa luminosidade, não tremida e em foco?

4) Você compreende que esta foto está adequada a este momento e irá somar pontos ao seu currículo? Quero dizer, ela irá acrescentar pontos para você e aumentar o desejo do selecionador lhe conhecer pessoalmente?

Se respondeu SIM a estas 4 perguntas acima, então pode colocar sua foto.
Se respondeu NÃO a apenas uma delas, então não coloque foto.

Foto é um ítem delicado e o currículo atraente é uma somatória de pontos positivos.
Portanto, não corra riscos desnecessários, raramente alguém irá contratá-lo só pela sua aparência física, então foto é quase que desnecessária. No entanto, se respondeu SIM a todas as perguntas acima, a foto pode ajudar no processo de despertar interesse de quem contrata.

Agora é hora de divulgar seu currículo

5. Cadastre seu currículo nos principais sites de emprego

Hoje, a Internet é um dos principais locais onde as empresas buscam candidatos na hora de contratar. Portanto, não deixe de colocar seu currículo nos principais sites de emprego. A Curriculum (www.curriculum.com.br), por exemplo, é um dos maiores sites de recolocação profissional no mercado.

Quando pensar nestes sites de emprego, procure saber se eles têm um bom relacionamento com as empresas. De nada adiantará você colocar seu currículo em sites que podem até ser bonitinhos, mas que as empresas não utilizam. Será a utilização das empresas que determinará as chances de seu currículo ser visto em qualquer um destes.

Existem também vários sites de empregos de categorias ou nichos específicos. Procure saber se sua área de atividade não possui um deste. Se possuir, utilize-o também.

6. Envie seu currículo para as empresas

Além de utilizar sites de emprego, você deverá enviar seu currículo para empresas que contratam profissionais do seu perfil. Você deve inicialmente buscar as páginas web destas empresas e verificar a forma que elas utilizam para receber currículos. Alguns possuem sistemas do tipo “Trabalhe Conosco”, outras ainda recebem via e-mail. Caso você for enviar seu currículo via e-mail, há três formas de fazer isso, sendo elas (da mais indicada para a menos indicada):

  1. Tenha seu currículo hospedado na web, de modo que somente ele seja visto. A Curriculum.com.br oferece uma excelente ferramenta neste sentido, chamada Meu Currículo Online, que funciona sobre o excelente domínio currículo.com.br. Além de oferecer um lindo endereço personalizado para o seu currículo, a ferramenta permite que ele seja exposto como se estivesse impresso, num formato tradicional de A4 e sem nenhuma moldura de nenhum site, somente o currículo e nada mais. A vantagem desta ferramenta é que você pode continuar mantendo o currículo atualizado, uma vez que você divulgará apenas o link web dele. Se possível, evite enviar links que indicam seu currículo dentro de algum sistema de busca de currículos. Por mais famoso que este sistema possa ser, ele acabará dando à empresa a oportunidade de, depois de ter visto o currículo, ir atrás de outros profissionais similares. Mas esta última forma ainda é melhor do que as formas a seguir;
  2. Outra forma é enviar o currículo anexo por e-mail. Este modelo preserva o formato, estrutura e layout do currículo, de modo que a empresa poderá olhá-lo da forma como você o preparou. A desvantagem deste método é que nem sempre as empresas permitem o recebimento de e-mails com arquivos anexos, e o currículo poderá se perder no meio do caminho. Se puder formatá-lo em PDF, é ainda melhor;
  3. Por fim, a forma menos indicada, mas ainda válida, é colocar seu currículo no corpo do e-mail. Neste caso, as chances de que ele não se mantenha no formato original são grandes, assim como o risco de a empresa ver seu currículo sem formatação. No entanto, continua sendo uma forma de distribuir o currículo.

E muito embora cada vez menos utilizada, há ainda a possibilidade de imprimir seu currículo e entregá-lo pessoalmente.

7. Candidate-se a vagas

Além de deixar seu currículo em sites de emprego ou distribuí-lo você mesmo, amplie suas chances ao se candidatar a vagas que se encaixam com seu perfil. Alguns sites já identificam essas vagas automaticamente para você, como o site da Curriculum (www.curriculum.com.br). Em outros, você poderá buscar tais vagas. Retorne aos sites em que cadastrou seu currículo e candidate-se a todas as vagas compatíveis com seu perfil profissional. Não se esqueça de manter seu currículo sempre atualizado.

8. Ative seu networking (rede de contatos)

O networking continua sendo um dos principais caminhos para a recolocação de um profissional, por isso retome contatos e solicite orientações a eles. Todo o conteúdo produzido anteriormente para compor seu currículo é igualmente útil para quando você for apresentar-se aos seus contatos e suas indicações. Os contatos que não conhecem você precisam se sentir seguros para indicá-lo, sendo assim prepare uma rápida e eficaz apresentação sobre quem é você e o que você faz de melhor.

Se preparando para entrevistas

Se você fez tudo direitinho até aqui, seu currículo deve ter despartado interesse e você já deve estar sendo chamado para entrevistas.

9. Prepare-se para entrevistas

O conteúdo que você produziu para o currículo também será útil para as entrevistas ao responder a perguntas sobre suas realizações. Mas prepare-se também para questões difíceis como “quais seus pontos fracos”, “por que você saiu do emprego anterior” ou “por que acredita ser o melhor candidato para trabalhar conosco”.

Outra dica é estudar sobre a empresa antes da entrevista: sua cultura organizacional, o modo como ela se comunica com o mercado, o que ela oferece. E atenção: extraia informações durante as entrevistas. Elas poderão ser úteis não só para sua atuação no processo seletivo em questão, mas também para todo o seu processo de busca.

Quanto mais preparado estiver para uma entrevista, mais calmo estará nela e maiores serão suas chances de agradar.

10. Busque informações e atualização sobre sua área

Leia os livros mais recentes sobre sua área, assim como revistas, jornais e artigos na Internet. De repente, este poderá ser o momento em que conseguirá se aprofundar em conhecimento sobre sua área de trabalho. Busque cursos presenciais e online, leia artigos, participe também de fóruns de debate, palestras e cursos. Oportunidades podem aparecer num destes eventos. Toda informação sobre sua área de interesse é valiosa tanto para seu próprio desenvolvimento quanto para a troca de informações que acontecerá durante o desenvolvimento e ampliação de seu networking.

11. O que vestir

Esta é outra dúvida frequente: Como me vestir para uma entrevista de emprego?
Mas a resposta é bem simples: Vá para a entrevista com a roupa que você usaria se estivesse indo trabalhar no seu primeiro dia de emprego. Em geral, esta é a melhor roupa para se usar.

12. Demonstre energia, otimismo e foco em resultados durante o processo

Tanto os entrevistadores quanto as pessoas de seu networking que poderão indicar você às oportunidades precisam da tranquilidade que só uma pessoa positiva, segura e comprometida com resultados pode oferecer. Transmita corretamente esta positividade às pessoas e todas elas se lembrarão de você como alguém que indicariam ou contratariam.

13. Em época de crise, seja mais flexível ao negociar sua remuneração

Em casos de longos períodos desempregado, seja flexível na hora da negociação. Caso a empresa ofereça remuneração abaixo da pretendida, avalie em quanto tempo ela pode oferecer crescimento para você, incluindo promoções e aumentos. Às vezes pode valer a pena começar com um salário um pouco menor, mas com bons benefícios ou um bom plano de carreira definido dentro da empresa.

Se não conseguir o salário desejado, tente compensar com bônus. É uma forma inteligente de conseguir novamente o antigo salário, comprometendo-se com sua performance. Em último caso, talvez seja sábio aceitar um salário menor e daí “voltar para a casa número 1”, ou seja, continuar sua busca pelo emprego e o salário que deseja, evitando ficar desempregado.

Boa Sorte e Sucesso!

Matéria divulgada em vários sites da Internet, como por exemplo:

G1
http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2015/03/perdeu-o-emprego-veja-12-dicas-para-se-recolocar-no-mercado.html

Infomoney
http://www.infomoney.com.br/carreira/emprego/noticia/3896038/perdeu-emprego-saiba-que-fazer-para-recolocar-mercado

Curriculum lança nova busca de vagas

A procura pelo emprego agora está tão rápida como a resposta no buscador Google, além de diversos filtros para facilitar a busca pela oportunidade ideal

É com bastante satisfação que anuncio o a nova plataforma de busca de vagas da Curriculum.

O objetivo da mudança é oferecer a melhor experiência para nossos usuários quando o assunto é procurar emprego.

Numa interface totalmente redesenhada, bonita, altamente intuitiva e muito rápida, simplificamos ainda mais o processo de busca de oportunidades profissionais para qualquer um que esteja em busca de vagas de emprego.

Continuando no modelo da gratuidade, a novidade oferece diversas possibilidades de filtros para que o candidato veja apenas as vagas no perfil que ele desejar. Ao realizar a busca, enquanto o profissional monta seus filtros de acordo com suas necessidades, ele já consegue visualizar os anúncios de vagas com o perfil desejado.

Como a resposta é praticamente instantânea, ele obtém um constante preview do resultado obtido, de acordo com os filtros montados. Quando desejar obter mais informações sobre as oportunidades de trabalho disponíveis, ele poderá clicar nas vagas que interessaram.

Novo Modulo de Vagas da Curriculum

Eu particularmente fiquei bastante orgulhoso com o resultado do trabalho e com a qualidade que conseguimos oferecer nesta reestruturação deste serviço.

Esse novo módulo de vagas traz a simplicidade, a objetividade e a rapidez que desejávamos. O tempo de resposta é tão rápido quanto uma consulta no Google, deixando tudo muito fácil e intuitivo, resultando numa plataforma poderosa e profissional, que oferece a melhor experiência para os usuários na hora de buscar vagas de emprego na Internet.

Além disso, os anúncios foram organizados para facilitar ainda mais a compreensão de seus conteúdos para todos.

Tudo isso significa também uma grande melhoria no serviço que prestamos para nossas empresas, pois elas contam agora com uma excelente plataforma para expor as vagas delas, o que sem dúvida trará resultados ainda melhores para os processos seletivos que elas realizam.

Aproveitem!

🙂

Nasce a Gentis Panel

É com bastante satisfação que anuncio o nascimento da Gentis Panel

A Gentis Panel é uma empresa de painel. Talvez você pergunte: o que é uma empresa de painel? É uma empresa de pesquisa de mercado que detém uma base própria de respondentes, ou seja, um banco de dados com pessoas que poderão responder às pesquisas.

E há aqui uma diferença muito grande a ser percebida e explicada. Empresas de pesquisa normalmente não possuem uma base própria de respondentes. Quando possuem, são uma empresa de painel e, muitas vezes, nestes casos, não é difícil encontrarem pessoas que se tornam “respondentes profissionais”, ou seja, que respondem a várias pesquisas, sendo que algumas até mesmo vivem disso. Não é incomum também nestes casos que tais pessoas criem perfis falsos e respondam por mais de uma vez à mesma pesquisa, assumindo identidades diferentes.

Isso começou a ser bastante malvisto, pois em muitos casos distorcem o resultado das pesquisas.

A Gentis Panel não sofre deste mal, pois as pessoas não se cadastraram para responder a pesquisas num painel de respondentes. A Gentis Panel utiliza a base de candidatos da Curriculum para buscar pessoas dentro de um perfil específico (de acordo com o que a pesquisa pede) conforme as necessidades de quem irá colher opiniões e compreender mercados.

Agora, os usuários da Curriculum que aceitam receber pesquisas poderão ser convidados para opinar sobre diversos assuntos e responder a algumas pesquisas. Como a quantidade de pessoas na base é bastante significativa, mesmo que muitos recusem o convite, muitos responderão e o farão de maneira fiel, proporcionando um resultado verdadeiro e preciso.

A Visão da Gentis Panel é que num mundo altamente competitivo e com consumidores cada vez mais influentes, é vital que as empresas conheçam cada vez melhor e mais rápido seus mercados, obtendo informações de maneira rápida, objetiva e precisa, conquistando o melhor retorno para seus investimentos.

A Missão da Gentis Panel  é expandir rapidamente a visão de seus clientes com informações qualificadas, obtidas através de tomada de opinião pública segmentada, gerando conhecimento relevante.

A Gentis Panel oferecerá os serviços CATI (pesquisa por telefone), CAWI (pesquisa por e-mail), e Pulse e IVR (pesquisas por SMS) e contará com todo o know-how em pesquisa da QuestManager para a estruturação e desenho de questionários, construindo a melhor alternativa para cada situação e para cada cliente.

A Gentis Panel é uma joint venture entre a QuestManager e a Curriculum e já nasce grande, já sendo provavelmente a maior empresa de painel da América Latina.

        

Hoje a Curriculum comemora 12 anos de vida!

Foram 12 anos de muito aprendizado e conquistas, mas também de momentos difíceis e muita superação.

Como expressar o que aconteceu nestes 12 anos? Muito difícil. Então, achei que ao menos seria interessante fazer um timeline dos principais acontecimentos:

1999 – Em 28 de março de 1999 coloquei o site no ar, depois de ter trabalhando por cerca de 8 meses na ideia que fundamenta a Curriculum: criar a maior vitrine de profissionais do Brasil. Começamos a ser procurados por fundos de investimentos concorrentes entre si.

2000 – No início do ano de 2000, o interesse pela Curriculum atingiu seu auge e, quando quase estava fechando com a Merrill Lynch, acabei aceitando uma contraproposta do Bank of America, que analisou a Curriculum e desejou investir nela, após ter avaliado mais de 1.500 projetos de Internet da América Latina. Partimos para a expansão, e o objetivo era levar o site a todo o mundo, começando com Brasil, Argentina, Chile e México. No entanto, com o estouro da bolha da Internet, nosso investidor nos largou aos 44 minutos do segundo tempo e ficamos sem o aporte. Tendo gastado muito dinheiro, lá estava eu cercado de dívidas e com enormes dificuldades para continuar a empresa.

2001 – Nessa época, quando você dizia que trabalhava com Internet, era como falar um palavrão, e que você era ladrão. Internet tinha virado sinônimo de espertalhões que pegam dinheiro de investidores vendendo sonhos. Não havia chance nenhuma de qualquer ajuda financeira por parte de investidores. Mesmo diante de muitas dificuldades e com plena convicção de que a Curriculum tem um ótimo futuro, criei o Sistema UCN – Unique Curriculum Number – que administra as bases de empresas de forma organizada e única, separadamente da base da Curriculum. Infelizmente, em 11 de setembro caíam as torres nos EUA, o mundo parava e as vendas não aconteciam.

2002 – Foi ano de eleição, e Lula era um forte candidato. Com isso, o risco Brasil foi às alturas, passando à marca dos 1.200 pontos, e o dólar passou dos R$ 4,00. Tempos difíceis. Em meio a tantas dificuldades, voltamos nossas atenções aos candidatos e criamos diversos serviços para melhor atendê-los. Internet ainda era um mico.

2003 – Foi um ano de muitas mudanças no cenário mundial e também no nacional. Com a posse de Lula como presidente do país, o mercado nacional ficou parado, preocupado com o que ia acontecer, mas continuamos a trabalhar cada vez mais para ajudar a recolocação de candidatos no mercado de trabalho. E a Internet continuava totalmente desacreditada. Os negócios aconteciam só no mundo real, no bricks and mortar (tijolo e cimento).

2004 – Ano difícil também, mas aí, no segundo semestre, o Google fez seu IPO e o mundo começa a olhar de novo para a Internet. Fomos abordados por um possível investidor, mas não estávamos preparados para isso. Voltei para o Business Plan e percebi que poderia fazer algo bem diferente.

2005 – Tendo conseguido um fôlego financeiro, criei e lancei o modelo grátis, que fez a Curriculum ser o primeiro site de e-recruitment do mundo a oferecer cadastro de currículo e candidatura a vagas grátis para candidatos e anúncio de vaga e pesquisa de currículos grátis para as empresas.

2006 – Tentando aprender como trabalhar sob o modelo grátis, desenvolvemos ferramentas opcionais para candidatos e empresas melhorarem seus desempenhos no site. Além disso, criamos o Consultor Virtual, serviço gratuito que dá dicas de recolocação profissional para os candidatos. Os números começaram a aparecer.

2007 – Vislumbrando muitos lançamentos e crescimento, mudamos de escritório e lançamentos o Veezux, um administrador de processos seletivos, e depois o Curriculum Busca, o “Google” dos currículos.

2008 – Ano de reestruturação interna e pouca coisa a mostrar ao mercado. Tentativas de mudança, mas que não deram certo. Ano de muita aprendizagem.

2009 – Depois do que aprendemos em 2008, voltamos às origens e retomamos muitas coisas que havíamos deixado cair em 2008. Reiniciamos uma nova reestruturação interna.

2010 – Lançamento do Meu Currículo Online, um serviço que acompanha a tendência de recrutamento online e a força da Internet e das redes sociais como meio de seleção de profissionais. Continuamos a arrumar a casa internamente.

2011 – Agora, com muita alegria e orgulho comemoramos nosso aniversário de 12 anos e em breve teremos muitas novidades a mostrar.

Com toda essa história e experiência, a Curriculum se consolidou como o maior e melhor site de empregos do Brasil.

  • Estamos hoje com mais de 5,9 milhões de currículos cadastrados;
  • Com mais de 100 mil empresas;
  • Foram mais de 3,5 milhões de vagas anunciadas desde 2010;
  • E estamos mantendo uma média de mais de 400 mil anúncios de vagas.

Tais números criam uma dinâmica que nos dá os seguintes números e tempos:

  • Uma busca por candidato a cada 32 segundos;
  • Um currículo visualizado a cada 3 segundos;
  • Um currículo cadastrado a cada 37 segundos;
  • E um profissional informa que foi contratado a cada 2 minutos (este é o número que mais me anima e um dos principais fatores que me motivam a trabalhar).

Além disso, o Sistema UCN, criado em 2001 e que abriga todas as bases de currículos de clientes da Curriculum, ultrapassou a marca de 7,5 milhões de currículos não duplicados.

Por tudo isso, eu e toda a equipe da Curriculum estamos muito felizes e satisfeitos com esses resultados e trabalharemos sempre para continuar ajudando candidatos a se recolocarem no mercado e ajudando as empresas a encontrarem os melhores talentos para a sua equipe.

Curriculum, há 12 anos iluminando talentos.


Curriculum Iluminando Talentos

Quem nunca se sentiu perdido, como se estivesse no escuro, ao buscar um emprego?

Essa é a principal ideia da nova campanha criada pela Curriculum, pois muitas pessoas se sentem assim, no escuro, quando estão desempregadas ou buscando um novo emprego.

A Curriculum vem para ajudar esses profissionais, oferecendo um site repleto de orientações e ferramentas para auxiliar na busca por oportunidades reais de emprego.

A Curriculum detém hoje a maior, mais atualizada e bem organizada base de currículos do Brasil e as mais poderosas ferramentas de pesquisa. Por isso, tornou-se o lugar principal onde as empresas buscam candidatos na hora de contratar.

Todos estes serviços da Curriculum funcionam como uma luz muito mais forte do que a de qualquer outro serviço oferecido, auxiliando-os em sua recolocação profissional no mercado de trabalho.

Desta ideia nasceu o novo slogan da Curriculum:

Curriculum Iluminando Talentos

Comercial 1

Comercial 2

Comercial 3

Comercial 4

A Curriculum é a única empresa que oferece o cadastro de currículo, a visualização e a candidatura a vagas totalmente grátis para os candidatos, além da postagem de vagas, a pesquisa e visualização de currículos também grátis para empresas.

http://www.curriculum.com.br

Como fazer um bom currículo

Você já deve ter lido centenas de textos e guias sobre como elaborar um bom currículo, mas aqui estão algumas dicas que com certeza são novas para você e vão ajudar a deixar seu currículo ainda melhor!

Primeiro é importante que você saiba quais são os principais objetivos de um currículo:

1. Atrair a atenção do RH

Em meio a milhares de currículos que o selecionador de RH recebe todos os dias, fazer com que ele se interesse exatamente pelo SEU currículo é o primeiro passo.

2. Manter o selecionador interessado na leitura

Após despertar o interesse do selecionador de RH pelo seu currículo, você precisa fazer com que ele continue querendo ler seu currículo até o fim.

3. Ser convocado para a entrevista

Após o selecionador de RH ter lido totalmente o seu currículo, você só será convocado para a entrevista se o selecionador tiver tido uma boa impressão e gostar do que leu. Se suas experiências estiverem condizentes com seus objetivos profissionais, se o currículo está bem escrito, sem erros de português, entre muitos outros fatores que vou comentar neste post.

Pensando nisso, desenvolvi uma forma bastante prática para construir um bom currículo.

Primeiramente vamos dividir o currículo em duas partes:

  1. Identificação, dados pessoais e dados de contato
  2. Dados de formação e da sua vida profissional

A primeira parte é bem simples e fácil. Vamos deixar o nome sozinho, numa linha e escrevê-lo com fonte número 12.

Abaixo do nome colocaremos os outros dados, divididos em duas colunas, uma alinhada à esquerda e outra à direita. Vamos utilizar aqui fonte número 10.

Faça uma linha de divisão entre a parte 1 e 2 e vamos agora para a segunda parte.

Comece a segunda parte com seu Objetivo Profissional. Ele deverá estar sozinho na linha e ser escrito com uma fonte maior do que a do seu nome. Vamos utilizar aqui o tamanho 14 para fonte.

Agora, vamos subdividir estes próximos textos em cinco grandes grupos, sendo eles:

  • Grupo 1: Principais Qualificações
  • Grupo 2: Formação e Experiências profissionais
  • Grupo 3: Idiomas, cursos e informática
  • Grupo 4: Prêmios, viagens e trabalhos voluntários
  • Grupo 5: Observações ou Informações Adicionais

Relembrando os três objetivos que o currículo precisa atingir e fazendo um paralelo com o que já dissemos até agora:

As informações do Grupo 1 servem para atrair a atenção do selecionador para o seu currículo e criar nele a vontade de continuar lendo.

Os outros grupos (de 2 a 5) são relacionados ao objetivo número 2, que é manter a atenção do selecionador, e a ordenação destes grupos serve para apresentar as informações de acordo com a relevância de cada assunto. As informações mais relevantes aparecem primeiro. Com isso, continuamos mantendo a atenção do selecionador para a leitura total do currículo.

Por fim, a informação que estiver contida no currículo e a forma como esta foi escrita é que despertará, ou não, o interesse do selecionador para chamá-lo a uma entrevista presencial.

Veja no gráfico abaixo uma ilustração que demonstra a estrutura básica de um currículo:


Coloque no Grupo 1 seus pontos mais fortes, pode ser sua formação, ou uma de suas experiências profissionais, ou um prêmio importante, uma viagem, enfim, qualquer coisa que esteja muito alinhada com o seu objetivo profissional e que seja muito relevante para o cargo pretendido.

Já nos grupos 2, 3 e 4, você pode alterar a ordenação das informações que estão dentro de cada grupo. Por exemplo, no Grupo 1, se você tiver pouca experiência profissional e uma boa formação, deixe a Formação em primeiro lugar e a experiência em segundo. Já, se você tiver mais idade e sua experiência profissional for bastante relevante, coloque as experiências profissionais primeiro e só depois, a sua formação acadêmica.

Faça o mesmo com os outros grupos, ordene-os internamente de acordo com as suas informações mais relevantes.

Veja um exemplo de um currículo construído sob este formato: http://curriculo.com.br/exemplo

Se desejar expor seu currículo da mesma forma como o currículo acima apresentado, clique aqui.

Com um currículo bem estruturado suas chances para ser convocado para a entrevista, aumentam.

Foi chamado?

Parabéns!

Seu currículo cumpriu a sua função.

Agora aproveite este encontro presencial com o selecionador, se venda corretamente e conquiste seu novo emprego.

Boa sorte!

Curriculum Busca: conseqüência da evolução tecnológica


Em fevereiro de 1946 surge o primeiro computador, o Eniac. Seu surgimento não ocorreu no ambiente empresarial, mas no meio acadêmico, mais precisamente na Universidade da Pensilvânia.

No entanto, nos anos 60 e 70, o poder do processamento e da informática chegava às empresas, que por sua vez começam a processar dados e informações em mainframes.

Esta foi a Era IBM.

Já nas décadas de 80 e 90, vimos o poder do processamento ir além do núcleo das empresas, invadindo as estações de trabalho de cada funcionário com micro-computadores, oferecendo a eles mais desempenho na produção de textos com editores de texto e velocidade em números com planilhas eletrônicas. Ao mesmo tempo, os micro-computadores chegavam também aos lares das pessoas.

Esta foi a Era Microsoft.

No início dos anos 90, Tim Barners Lee cria o protocolo HTTP e a linguagem HTML. Com isso, Marc Andersen cria o Netscape. Está criada a World Wide Web, que é o lado colorido e interativo da Internet.

Como conseqüência, explode a difusão do uso da Internet. Paralelamente assistimos a uma enorme expansão da utilização da micro-informática, com os computadores chegando aos lares das pessoas. Com tudo isso, o início do século XXI é marcado pela inclusão digital e o poder do processamento ao alcance dos cidadãos comuns.

Esta é a Era Google.

Uma vez que o poder de processamento estava disseminado entre as pessoas comuns, ocorre uma verdadeira revolução. Alguns cidadãos, até então apenas consumidores passivos, tornam-se ativos, produtores de conteúdo. Com isso nascem os blogs e as Wikipedias.

Esta é a Era Web 2.0.

No entanto, todas estas inovações trouxeram para todos nós um momento único, em que tanto as empresas quanto as pessoas estão agora interligadas, tendo ao seu alcance o poder do processamento, podendo gerar conteúdo.

Portanto, como última etapa deste processo, agora todos os cidadãos podem gerar e divulgar via web o conteúdo que considero o mais importante para cada ser humano: seu próprio currículo.

Além de serem gerados, agora estes currículos podem ser propagados eletronicamente para as empresas através de um sistema que, com uma interface simples, faz com que sejam encontrados da mesma forma com que o Google nos oferece páginas da web: o Curriculum Busca.

Por toda sua história focada no currículo, por continuar desenvolvendo sistemas que administram currículos por mais de 8 anos, por seu modelo de negócio baseado na gratuidade do cadastramento do currículo e da vaga e, principalmente, pelo contínuo reconhecimento do mercado, a Curriculum.com.br estruturou-se de forma inigualável para poder oferecer agora esta ferramenta ímpar.

De maneira simples e rápida, o Curriculum Busca encontra e organiza currículos, exibindo-os em seus resultados conforme sua relevância, como nenhuma ferramenta jamais fez.

Assim como o Google identifica e organiza as páginas web de maneira inteligente para que rapidamente possamos encontrar o que procuramos na Internet, o Curriculum Busca faz o mesmo, porém com outro item: o currículo.

Durante 8 anos a Curriculum.com.br reúne e organiza currículos de forma inteligente para agora oferecer às empresas toda esta grande base, acessível por meio de uma interface tão simples e fácil de ser utilizada como a do próprio Google.

Se no Google você encontra páginas web, no Curriclum Busca você encontra currículos.

Enquanto sabemos que toda empresa, por menor que seja, em algum momento irá contratar do outro lado, todas as pessoas também irão, em algum momento da sua vida, pensar em sua carreira e procurar um emprego.

O Curriculum Busca veio para facilitar o encontro entre o candidato e a empresa.

O Dicionário Merriam-Webster Online já aponta “Google” como uma palavra do vocabulário inglês, que significa “buscar/procurar na Internet”. Então não é errado dizer que:

Enquanto pessoas buscam empresas no Google, empresas googlam pessoas no Busca.

O verbo “to google”, já incluído no dicionário mencionado, equivale a “googlar” numa adaptação coloquial em português. Tomei então a liberdade de fazer uma brincadeira com esta nova palavra, que significa “procurar na Internet”.

Marcelo Abrileri no lançamento oficial do Curriculum Busca no dia 7 de Novembro de 2007.