Esclarecimento a nação brasileira

Num estado de democracia os governantes só estão onde estão através do voto do povo.

E o voto de um rico, vale tanto quanto o voto de alguém da classe media, ou quanto o voto dos das classes mais pobres. Tendo todos estes exatamente o mesmo valor.

Cientes da grande massa de pessoas nas classes mais pobres, não fica difícil descobrir de que classe estes serão “amigos”.

E com isso em mente adotam o discurso de esquerda, afinal, qual não seria o melhor discurso para estes políticos utilizarem senão um discurso que diz que estarão dividindo as riquezas dos mais ricos com os mais pobres.

Sim, um discurso que demonstre favorecer os menos favorecidos cai como uma luva para este propósito.

No entanto, ao mesmo tempo é nítido que estes governantes não desejam que estes das classes mais pobres mudem de classe, pois quanto mais ignorantes forem, melhor servirão aos seus propósitos para que possam se perpetuar no poder.

Por isso tantas bolsas! Bolsa família, bolsa prisão, bolsa crack, bolsa tudo. Uma estrutura sórdido para aliciar os mais pobres e mantê-los no poder, enquanto o país mingua a cada dia.

Sim, pois quem mantém tantas bolsas? A classe trabalhadora que é onerada com uma quantidade enorme de impostos para manter toda esta máquina funcionando.

Sem investimento na educação estes políticos mantém estes classe pobres e ignorantes na sua maioria com algum recurso financeiro, que dificilmente conseguiriam conquistar com seus próprios esforços.

Isso faz com que estes entrem num estado de perpetuação da acomodação e de não reação e, não percebendo este movimento, ficam felizes e satisfeitos com os governantes que lhes dão bolsa família, bolsa creche, bolsa crack, bolsa prisão, bolsa tudo e nas urnas, votam novamente nestes mesmos políticos em pról da perpetuação deste estrutura de governo.

Infelizmente tudo isso não é facilmente percebido, uma vez que os discursos destes governantes são reiteradamente em favor dos pobres (com o intuito de os continuar iludindo), mantendo estes refém desta situação, sem que percebam.

Percebemos isso claramente também em Cuba, Venezuela e na Bolívia dos irmãos Castro, Maduro (e o antigo Hugo Chaves) e de Evo Morales que bradam continuamente este mesmo discurso comunista de esquerda, empacando da mesma forma o desenvolvimento de seus paises e fechando-os para o mundo.

E hoje o nosso Brasil do PT do Lula, da Dilma, do Zé Dirceu e de outros segue exatamente a mesma cartilha!

Assim como os outros governantes o objetivo deles é estancar o conhecimento, aumentar impostos para manter todas as bolsas ativas, tapar a boca do povo e se perpetuar no poder com o voto popular.

Fica então fácil de entender porque esses mesmo políticos e partidos não fazem nada para realmente dar educação, conhecimento e meios a essa camada mais pobre, mantendo-a assim eternamente dependente das “ações” sociais do governo.

Disseminando a grande mentira da esquerda que é dizer que quem tem algo, quem não é pobre, recebeu mais do que deveria e que quem é pobre recebeu menos do que deveria. Nessa mentira, o mérito, o valor do estudo e do esforço dos indivíduos simplesmente desaparecem, tudo se torna uma questão de RECEBER, de receber da sociedade, como se isso dependesse só do Estado.

Enquanto isso, as verbas que deveriam ser destinadas a Educação (e a Saúde) simplesmente somem em tantas ações sociais, bem como a empréstimos a estes países, perdoando dívidas, entre mensalões e compras absurdas (Petrobrás) enquanto que a saúde, a segurança e a qualidade do Ensino Público (principalmente o fundamental e médio) só piora.

Pense então quem é que deverá lutar para mudar esta estrutura?

Será que os mais pobres desejam o fim dela? NÃO!

Os muito ricos muito embora não estejam contentes, conseguem viver bem mesmo dentro deste mundo torto e caótico.

Será que nossos governantes desejam o fim dela? NÃO!

Portanto, cabe a nós, a eu e a você que está lendo este texto, da classe média, que pensa, mudarmos o nosso país.

O Brasil é farto em riquezes naturais, tem um dos melhores clima do mundo, é rico em água e agora temos até petróleo.

O Brasil poderia estar dispontando como uma das principais nações emergentes, assim como outros países fazem hoje. No entanto, estamos amargando um dos piores momentos da história, maquiado pelos nossos governantes que não querem que isso fique visível.

Não podemos mais permitir que estes políticos continuem vivendo com o nosso dinheiro, com o dinheiro do trabalhador da classe média que luta para sobreviver e que é obrigado a carregar nas costas todo este sistema corrupto, podre e falido, onerado com as maiores taxas de impostos do mundo que tem como objetivo manter todas as bolsas que nossos governantes tanto precisam e distribuem para se perpetuar no poder, enquanto continuam enriquecendo com acordos e conchavos com os mais ricos para seu próprio benefício.

É hora de acordarmos, é hora de enxergarmos claramente como toda esta engrenagem funciona e dizermos BASTA para tudo isso! Como?

Por ora simplesmente compreendendo, compartilhando e divulgando esta mensagem.

(O texto é óbvio, muito óbvio, eu sei, mas infelizmente as vezes temos que falar o óbvio quando ele infelizmente já não está sendo mais visto tão claramente. Ou ainda, temos que tentar repetir o parece óbvio para quem estudou e acabou sendo contaminando com a ideologia esquerdista tão difundida e defendida nos meios acadêmicos, que infelizmente compram facilmente simplesmente porque A ou B tidos como “pensadores”, disseram ao terem se baseado em alguma lógica rasa e simples. Quem sabe então, dizendo o óbvio assim desta forma mais estruturada, alguns não abram os olhos e comecem a enxergarem o que está acontecendo à nossa volta)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =