Porque: Brasil 1 x 7 Alemanha

Aqui está minha opinião do porque a Alemanha ganhou de 7 do Brasil:

A preparação da Alemanha para esta copa foi quase perfeita.

Primeiro construiram o Campo Bahia, (sim, construiram especialmente para a copa, http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/alemanha-desaprova-hoteis-e-decide-erguer-casa-na-bahia) local onde estão hospedados e o centro de treinamentos construído na vila de Santo André, em Santa Cruz Cabrália. Estrutura que oferece aos atletas e à comissão técnica absoluta tranquilidade para trabalhar.

Escolheram um local que teria pouco assedio dos turistas, para poderem estar bem focados. Para chegar lá, parece que só de balsa, sem contar que normalmente já tem pouca gente nesta época do ano, Julho.

Não tiveram treinamentos abertos para a imprensa, exceto um, na primeira semana – parece que o único que era exigido pela Fifa. E só os primeiros 15 ou 20 minutos, ou seja, apenas o exigido mesmo.

Praticamente não tiveram folga ou dias sem treino, com apenas um dia, só depois do jogo contra a Argélia em Porto Alegre.

Tem como técnico um cara inteligente e atento ao futebol moderno.

Nada de velhos como Felipão (que foi pra seleção depois de ter levado o Palmeiras pra segunda divisão) e o retrógrado Parreira. Dois senhores da velha guarda e ultrapassados para o futebol moderno.

Quem precisa de paizão é órfão, seleção precisa de treinador e técnico.

A Alemanha conseguiu, com toda essa estrutura e preparação, estar completamente focada na competição. Eles levaram a copa muito a sério!!!

Talvez vai dizer que o Brasil também levou. Será?

Estavamos bem instalados, é verdade, mas o que viamos era o Felipão treinando fundamentos (isso se treina no juvenil), dando folga aos jogadores toda hora, chamando psicólogo pra quem chorava (caramba, chorar é humano, é super normar, a pressão era muito grande).

Mas falando um pouco mais de de técnica e tática o Felipão insistiu teimosamente com jogadores que claramente já não estavam jogando nada há muito tempo, como Fred e Hulk, trouxe o Julio Cesar como goleiro titular, deixando excelentes goleiros no banco (o Julio César bateu lata em todos os gols), que tirando pênalties, todo mundo sabe que ele só sabe tomar gol.

Felipão não estudou o time adversário, se disser que estudou ou é mentira, ou ele é muito burro mesmo, pois sabendo que o forte da Alemanha era o meio de campo, deixou nosso meio do campo totalmente desguarnecido fazendo uma escalação totalmente incompatível com a estrutura de jogo dos Alemães.

E não levou em consideração a ausência do Neymar! Quando Neymar joga é normal o time adversário dedicar uns 2 ou 3 jogadores na marcação dele. Neste jogo o adversário não tinha esta preocupação e com isso, estes jogadores estavam livres para jogar normalmente.

O Felipão não levou nada disso em consideração!

Ainda, o Felipão é adpeto do jogo duro, pesado, feio, truculento. O Brasil bateu muito na Colombia e até por isso o Neymar estava fora deste jogo. A Alemanha jogou bonito, limpo, dignamente.

Bem, o resultado, todos nós sabemos.

Parabéns a Alemanha que levou a sério a tarefa! Que se preparou para ela em todos os sentidos.

E o mundo inteiro viu como é o Brasil! Um país do oba-oba, do samba e do futebol. (apesar que agora acho que não somos nem mais o país do futebol)

Este placar mostrou claramente as diferenças de como a Alemanha e o Brasil enxergam as coisas. Enquanto nós aqui folgávamos eles trabalhavam, estudavam, treinavam.

Vimos a competência e a seriedade versus o oba-oba e o jeitinho brasileiro.
Venceu quem realmente merecia.

Temos agora no futebol, contra a Alemanha, um placar similar ao que já tinhamos na educação, saúde, segurança, etc…

7 a 1 para a Alemanha (7-1=6, 6 é Hexa, tá ai o hexa Brasil)

E quer saber, poderia ter sido ainda pior, pois não duvido que que os Alemães aliviaram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + um =